COMO RECONHECER UM CRENTE/EVANGÉLICO?

Este é o nome de um artigo postado em blog brasileiro. Veja o que dizem de suas filhas e de vocês, irmãos e irmãs evangélicos. Conteúdo EXTREMAMENTE OFENSIVO, impróprio para menores de idade. Fica a pergunta: ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES DESTE PAÍS? Maiores de idade cliquem aqui.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

PROFESSOR CORAJOSO:Conselho Nacional de Justiça (CNJ), "Casamento" homossexual e o fim da democracia




cnj



ADENDO ADHT:
O Professor GLAUCO MAGALHÃES está sendo massacrado pelos alunos da UFC (Universidade Federal do Ceará) porque escreveu o artigo abaixo e ele está certo. Errados estão os alunos, professores e diretores  desta Universidade, influenciados pelas ideologias Terroristas de ANTONIO GRAMSCI, KARL MARX e outros. 

Precisamos de sua ajuda, bem rápida. Assine a petição postada no link:
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=ADHT023 agora mesmo porque os alunos do curso de direito da UFC fizeram uma PETIÇÃO contra este professor cristão que defende os valores da família e condena a ação aviltante do CNJ que atropelou o Poder Legislativo que deve ser quem deve legislar. 

VAMOS DAR UMA LIÇÃO DE CIDADANIA PROTEGENDO O DIREITO DO PROF. MAGALHÃES.
Muitissimo obrigado,
Rev. Alberto Thieme

CONTINUE LENDO O EXCELENTE E CORAJOSO ARTIGO QUE ELE ESCREVEU...

Depois de Hitler ter resolvido o problema da inflação e do desemprego na Alemanha, ganhou uma adesão entusiástica do povo alemão. Isso permitiu que ele, sentindo-se divino, tomasse medidas cada vez mais autoritárias, desrespeitando os limites do sistema democrático e parlamentar. Getúlio Vargas fez o mesmo após se tornar o campeão dos direitos trabalhistas. Valendo-se de sua popularidade, implantou o Estado Novo. Os militares em 64 foram vistos como heróis por intervirem para resolver a crise institucional por que passava o Brasil. Depois da revolução, porém, não cumpriram a promessa de redemocratizar o país.

Agora, enfrentamos uma situação parecida. O STF (Joaquim Barbosa em particular) ganhou a fama de "justiceiro" ao condenar os implicados no mensalão, o que todos aplaudimos. No entanto, a continuidade disso é um golpe de Estado em andamento, pois o CNJ (presidido por Joaquim Barbosa), contrariamente à Constituição, determinou que os cartórios celebrassem casamento homossexual. Como, entretanto, um orgão de fiscalização pode legislar? Onde estão as noções de vontade geral, soberania parlamentar e legitimidade democrática?

O brasileiro perdeu a familiaridade com a educação democrática, assim como a faculdade de indignar-se contra o autoritarismo. Antes, nós protestávamos contra a existência do "decreto-lei" durante o regime militar, mas, agora, temos medidas provisórias em maior quantidade. Do ponto de vista principiológico, a ousadia do STF e do CNJ representa uma ameaça mais ostensiva à democracia do que certos atos  camuflados do governo militar.

Não adianta dizer que o STF e o CNJ estão "legislando" por causa da omissão do Congresso Nacional. A omissão do Congresso é uma manifestação de vontade, no caso, da vontade de manter a legislação vigente, que não contempla o casamento homossexual. A omissão do Congresso é o reflexo da vontade popular, que não deseja mudar o conceito de família.

Os cartórios devem se manifestar contra tal decisão, devem recusar cumpri-la. As igrejas e os cidadãos devem protestar e resistir. Não chamo isso de "desobediência civil", pois o ato não é contra a lei e a Constituição, mas, sim, a favor da lei, da Constituição e da democracia. Chamo isso de resistência ao autoritarismo e ao golpe de Estado.

Algumas mães querem o direito de matar os filhos no ventre, onde deveriam protegê-los, e o STF (com o CNJ) quer o direito de sacrificar a Constituição de que deveria ser guardião!

Foi em um mês das mães (maio) que o STF equiparou a união homossexual à união estável. Novamente, em um mês das mães (maio), o CNJ determina a celebração do casamento homossexual. Talvez, o próximo passo seja acabar com o dia das mães, pois esse conceito ("mãe") logo estará ultrapassado. Essa "coincidência" é para que cada um caia em si e veja que a família (maternidade, paternidade, etc) está sendo destruída.

Deus salve a família!

Dr. Glauco Barreira Magalhães Filho
Professor de Hermenêutica Jurídica da UFC


7 comentários:

  1. Apesar de não ser um cristão, compartilho destas mesmas asserções e perspectivas.

    ResponderExcluir
  2. Creio que a omissao t.b `e de certa forma um apoio a aqueles que lutao contra a Familia, nao se esquecao que muitas veses somos o Leao amortecidos , vamos acordarrrr , Parabems pela equipe do pastor Alberto

    ResponderExcluir
  3. Já assinei, com muito prazer!

    Rev. Alberto, saiu mais um novo vídeo do advogado Matheus Sathler:

    http://www.youtube.com/watch?v=ee4uR3ZDM9o

    ResponderExcluir
  4. simone mackenzie25 de maio de 2013 10:12

    Se o CNJ tivesse aprovado a lei seria inconstitucional,mas de fato não foi o que aconteceu, ele apenas ordenou,pois o que faz a lei é o legislativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engano crasso esse teu. Esta lei não veio do Legislativo. Preve-nos. O CNJ aviltou a Constituição psssando por cima do Legislativo que não aprovou lei alguma a este respeito. Quem também aviltou a Constituição foi o STF em aprovar a União Gay, dando abertura para o STJ aprovar não sómente a União mas o "Casamento Gay'. Por favor não tente iludar as pessoas, mentindo.

      Excluir
  5. Sem entrar em consideração objetiva e emitir opinião sobre o conteúdo do seu Blog; pedindo inclusive desculpas pelo meu objetivo de informar, por meio do seu Blog, à sua pessoa e seus leitores sobre este mesmo assunto visto por outra ótica; senão: leiam os meus oito Blogs sobre o assunto homossexualidade em atenção ao com endereço que segue: sobre a ADI 4277 e a ADPF 132 e a Resolução 175 do CNJ:
    A DOUTRINA DAS IDÉIAS E/OU AS IDÉIAS QUE SE TEM DAS PALAVRAS ─ OITAVO BLOG SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE
    www.doutrinadasideiasepalavras.blogspot.com

    Atenciosamente JORGE VIDAL


    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...